Notícias

Viagens

Vibrador movido a vapor, fetichismo, salas temáticas e mais: como são os museus do sexo mundo afora

Um deles, inclusive, fica no Brasil. O objetivo de trazer ao país uma proposta semelhante à que já existe em outros locais foi quebrar tabus sobre o assunto ao contar a história do sexo com tom de curiosidade. Sex Museum em Gramado, Rio Grande do Sul
Divulgação
Você sabia que existem museus de sexo espalhados pelo mundo? Um deles, inclusive, está no Brasil. Localizado em Gramado, no Rio Grande do Sul, o Sex Museum foi inaugurado em abril de 2021 e possui aproximadamente 500 obras no acervo fixo com temática sexual.
O objetivo de trazer ao país uma proposta semelhante a que já existe em outros locais foi quebrar tabus sobre o assunto ao contar a história do sexo com tom de curiosidade. É o que conta ao g1 Marlom Cardinot, proprietário e um dos idealizadores do projeto. De acordo com Cardinot, o público que frequenta o museu é predominantemente formado por casais em lua de mel, que vão à cidade turística.
“Os maridos, às vezes, ficam no carro, nem entram no museu. Ou é casal ou só mulher, nunca o homem sozinho”, afirma o empresário.
🌎Há museus do sexo em cidades como Nova York, Miami, Amsterdã, Barcelona e Jeju, na Coreia do Sul.
🔞Todos são destinados a maiores de 18 anos.
🥵Conheça, a seguir, alguns deles:
Sex Museum em Gramado, Rio Grande do Sul
Divulgação
Sex Museum – Gramado (Brasil)
Este é o primeiro e único museu de sexo do Brasil. O turista encontrará cenários para tirar fotos, esculturas interativas, máquinas antigas, como o primeiro vibrador movido a vapor, cadeiras eróticas, cinto de castidade, e uma loja de souvenirs.
Sex Museum em Gramado, Rio Grande do Sul
Divulgação
Venustempel – Amsterdã (Holanda)
O museu foi inaugurado em 1985 e tem uma coleção de fotos eróticas, pinturas, objetos, gravações e fotografias. O local recebe 500 mil visitantes por ano, segundo site oficial.
Initial plugin text
Museum of Sex – Nova York (EUA)
Inaugurado em 2005, o Museum of Sex tem como proposta “preservar e apresentar a história, evolução e o significado cultural da sexualidade humana”. O espaço recebe exposições e palestras sobre o tema. Segundo a página oficial do museu, o acervo tem mais de 20 mil itens entre obras de arte, fotografia, roupas, fantasias e invenções tecnológicas.
Museu do Sexo de Nova York (EUA)
Reprodução/Instagram
Museu Erótico de Barcelona – Espanha
O museu oferece um passeio histórico-cultural sobre a influência do erotismo no homem, tem salas com temáticas como Kama Sutra (livro indiano do comportamento sexual humano), antigas civilizações, fetichismo e sadomasoquismo.
Museu do Sexo de Barcelona
Reprodução/Instagram
A Sala Erótica do Museu Larco – Lima (Peru)
Com obras de arte pré-colombiana, o museu tem duas salas com peças de cerâmicas eróticas. Entre as seções, aparecem itens de “rituais de união sexual não reprodutiva” e “união sexual e fertilidade”.
World Erotic Art Museum (WEAM) – Miami (EUA)
Museu do Sexo WEAM, em Miami (EUA)
Reprodução/Instagram @wilzigeroticartmuseum
Fundado em 2005, o WEAM é dedicado exclusivamente à arte erótica. Seu acervo tem mais de 4 mil obras distribuídas em seções como Pin-Ups, Surrealismo e Genitália.
Loveland – Jeju (Coreia do Sul)
Inaugurado em 2004, o museu ao ar livre tem o tamanho de dois campos de futebol e possui um acervo de mais de 140 estátuas eróticas.
Initial plugin text
Veja também:
Os bastidores, as estratégias e a rotina de quem ganha a vida vendendo vídeos de sexo

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj