Notícias

Tecnologia

Uma a cada três cidades com antenas 5G ainda não tem sinal ativo; veja mapa

Dos 763 municípios com antenas compatíveis, 269 ainda não receberam licenciamento. Trâmite federal é um dos principais entraves, segundo operadoras. Ainda assim, empresas afirmam que país está adiantado em relação ao cronograma estabelecido pela Anatel. Quase dois anos depois da chegada da internet 5G ao Brasil, uma a cada três cidades com antenas compatíveis ainda não disponibiliza a tecnologia. Isso acontece especialmente fora das capitais (veja no mapa abaixo a situação na sua região).
Até maio deste ano, dos 5.570 municípios brasileiros, 763 possuíam antenas compatíveis, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No entanto, de acordo com dados da Conexis, que representa as principais operadoras, 269 desses municípios ainda não utilizavam efetivamente a rede.
Segundo as operadoras, essa diferença nos números acontece porque em algumas cidades com antenas ainda não há autorização para ativar o sinal (saiba mais ao final da reportagem).
Para operar o 5G em uma cidade, as empresas precisam de licenciamentos municipal e federal. O licenciamento federal, que é feito após o municipal, é visto como um entrave pela Conexis. Mas, ainda assim, a responsável pelas operadoras diz estar adiantada nas metas para disponibilização.
O cronograma prevê que ela seja completamente implementada nas 26 capitais e no Distrito Federal até julho de 2025. E só a partir dessa data começam a vencer os prazos para a tecnologia chegar a cidades menores.
👉 Confira no MAPA abaixo qual a situação da sua região. Digite o nome de um município no campo de pesquisa ou passe o mouse sobre a cidade.

➡️ Até o início de maio, o país tinha 21.713 antenas instaladas, também chamadas de estações rádio-base (ERB). Quando a tecnologia completou 1 ano no Brasil, em julho de 2023, eram 13 mil. Mais da metade (66%) está concentrada nas capitais.
Quanto mais antenas por habitantes, maior a cobertura da rede. Vale lembrar que, além da disponibilização do sinal pelas operadoras, para usar o 5G é necessário ter um celular compatível.
O cronograma para a implementação da rede 5G no Brasil foi divulgado em 2021, pela Anatel. Brasília foi a primeira capital onde a tecnologia foi autorizada, em julho daquele ano.
Os primeiros três passos, voltados para as capitais, já foram cumpridos, segundo a agência:
capitais e Distrito Federal tendo uma ERB a cada 100 mil habitantes, cujo prazo era até 27 de novembro de 2022;
capitais e Distrito Federal tendo uma ERB a cada 50 mil habitantes; previsto para 31 de julho de 2023;
capitais e Distrito Federal tendo uma ERB a cada 30 mil habitantes, estabelecido para 31 de julho de 2024.
“Se compararmos o cronograma com o que está sendo feito, nós estamos bem adiantados. Porque as obrigações para 2024 nós já cumprimos”, disse Marcos Ferrari, presidente da Conexis, ao g1.
Ainda de acordo com a agenda da Anatel, a próxima meta, que deve ser realizada até 31 de julho de 2025, é que as capitais e o DF, e também as cidades com mais de 500 mil habitantes, tenham uma antena a cada 10 mil habitantes.
Por que existe diferença nos números das cidades com conexão?
A associação das operadoras explica que a disparidade entre o número de cidades com antenas e as que de fato utilizam a conexão se dá, entre outros motivos, por conta dos processos de licenciamentos.
Primeiro, a empresa precisa do licenciamento municipal para instalar a antena física e a infraestrutura necessária. Os municípios devem seguir padrões técnicos previamente definidos, além de se adequar à Lei Geral de Antenas, criada para facilitar a implementação da rede no país.
A partir daí, a Anatel, que cuida das telecomunicações no país, realiza o licenciamento federal. São exigidos documentos sobre as características técnicas da infraestrutura, a concessão do serviço e o pagamento de taxas extras. Depois disso, a Anatel tem até 30 dias para autorizar a ativação do sinal.
Leia também:
Qual celular escolher: Galaxy S23 Ultra ou S24 Ultra?
O que é deepfake e como ele é usado para distorcer realidade
É possível controlar mouse apenas com o pensamento? Empresa de Musk diz que sim
g1 testou os óculos de realidade virtual da Apple; veja as impressões no vídeo abaixo
Apple Vision Pro: veja primeiras impressões sobre óculos de realidade virtual
Assista ao vídeo abaixo e saiba como identificar câmera escondida
Câmera escondida: veja como identificar

​ 

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj