Notícias

Tecnologia

Trend do ‘Clique aqui’: entenda como recurso de acessibilidade está sendo usado para mensagens ocultas nas redes sociais

Imagem de seta com o texto ‘clique aqui’ viralizou no X, antigo Twitter, mas muitos usuários não entenderam sobre o que se trata. Ferramenta ‘ALT’ de transcrição de imagem traz possibilidade de incluir mensagens ocultas. Imagem de fundo branco com uma seta e o texto “Clique Aqui” viralizou no X.
Reprodução/X
Quem abriu o X, antigo Twitter, nesta sexta-feira (29) deu de cara com várias contas oficias de influencers, usuários comuns e até empresas que postaram a mesma imagem: um fundo branco com uma seta e o texto “Clique Aqui”.
Mas nem todo mundo entendeu como funciona essa nova “trend”, que usa um recurso de descrição de imagem originalmente criado para a acessibilidade de pessoas com deficiência para deixar mensagens ocultas.
“Do nada minha timeline cheia de clique aqui”, “que p*** é essa de clique aqui?” e “não aguento mais esse clique aqui” foram alguns dos comentários dos usuários confusos.
Print de post no X com a mensagem: “A rede social X amanheceu assim no dia 29/03”.
Reprodução/X
Descrição de imagem
A descrição de imagem, também chamada de texto alternativo, é uma forma de aumentar a acessibilidade para pessoas cegas, com baixa visão, ou que usam programas de leitura de texto.
No X, ela é representado pelo selo “ALT” que aparece ao clicar sobre uma imagem, e não foi criada agora. Na página oficial da rede social há um tutorial que ensina como utilizá-la.
Por exemplo, se o usuário posta uma foto de uma flor, há a possibilidade de acrescentar uma legenda acessível que descreva aquela imagem, como algo do tipo: “Foto mostra a mão de uma pessoa segurando um botão de rosa vermelha sobre um fundo escuro”.
Mas a trend do “Clique aqui” usa o recurso para escrever mensagens não relacionadas à imagem. Páginas de empresas usaram para fazer propaganda de produtos ou serviços, influencers usaram para divulgar horários em que fariam transmissões ao vivo, e muitos usuários publicaram palavrões ou piadas.
O movimento gerou críticas de quem considera que as pessoas com deficiência estão sendo prejudicadas.
“As marcas entrando nessa de Clique Aqui desvirtuando o real propósito da aplicação que é permitir que as pessoas com deficiência visual ‘vejam’ o que tem na imagem 🤡”, escreveu o usuário da conta @STENl0.
Já o jornalista Rodrigo Alves, do perfil “Vida de Jornalista”, usou o próprio recurso ALT para fazer a crítica.
“Se você é uma pessoa cega, a imagem da trend é a frase Clique Aqui e uma seta apontando para o ALT. Se você não é uma pessoa cega e clicou no ALT só pela trend, faz favor de tomar vergonha e passar a usar a ferramenta pra descrever as imagens, assim pessoas com deficiência visual também conseguem saber o que você postou 😉”, escreveu.
Post do perfil “Vida de Jornalista” critica a trend que usa o ALT para fins que não sejam descrição de imagem.
Reprodução/X

​ 

botão de play

No Ar

MELODY
Produção Eduardo Dj