Notícias

Região dos Lagos

Mães denunciam estupro de quatro crianças em Maricá, no RJ

Caso foi registrado na delegacia da cidade na noite desta quinta-feira (9). Suspeito de estupro contra crianças, em Maricá, fugiu, segundo a polícia
Bianca Chaboudt/g1
Três mães procuraram a Polícia Militar na noite desta quinta-feira (9) para denunciar que quatro crianças com idades entre 6 e 13 anos foram vítimas de abuso sexual praticado por um homem de 47 anos.
De acordo com a PM, as meninas contaram que tiveram as partes íntimas tocadas pelo homem, e que ele já chegou a colocar vídeos pornográficos e se masturbar na frente de algumas delas.
A situação não aconteceu uma única vez, mas ao questionar as crianças, elas informaram às mães que não contaram antes por medo.
O homem, segundo a Polícia Militar, fugiu do local. O caso foi apresentado na 82ª DP, em Maricá, que já instaurou inquérito para investigar o crime.
A polícia não informou se o homem tem algum grau de parentesco com as vítimas.
Entre janeiro e março deste ano, 29 casos de estupro já foram registrados na cidade, de acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP).
O número é maior que o mesmo período do ano passado, quando 24 ocorrências foram registradas.
*Siga o canal do g1 Região dos Lagos no WhatsApp para receber atualizações sobre este e outros conteúdos: 👉🏻 https://bit.ly/3T44XbH
‘Maio Laranja’
No mês de maio ocorre a campanha “Maio Laranja”, de combate ao abuso e a exploração sexual infantil. A data que marca a luta contra esse tipo de crime no calendário nacional é o dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
A data é em memória à morte da menina Araceli Cabrera Crespo. No dia 18 de maio de 1973, aos 8 anos, ela foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada, no Espírito Santo.
O corpo foi deixado desfigurado e em avançado estado de decomposição, próximo a uma mata, em Vitória, dias depois de desaparecer.

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj