Notícias

Região dos Lagos

Escritora Roseana Murray dá primeiros autógrafos com a mão esquerda ao chegar em casa após alta hospitalar

Autora teve o braço direito amputado após ser atacada por três pitbulls na rua onde mora, em Saquarema. Roseana chegou a casa onde mora por volta das 14h30 desta quinta-feira (18). A escritora Roseana Murray deu os primeiros dois autógrafos com a mão esquerda ao chegar em casa, em Saquarema, na tarde desta quinta-feira (18)
Juan Lessa/g1
A escritora Roseana Murray, de 73 anos, deu os primeiros dois autógrafos com a mão esquerda ao chegar em casa na tarde desta quinta-feira (18) em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, após ter alta hospitalar do Hospital Estadual Alberto Torres, no Rio.
A autora teve o braço direito amputado após ser atacada por três pitbulls na rua onde mora no dia 5 de abril. Roseana chegou a casa onde mora por volta das 14h30 e autografou a obra “Jardins” para presentear dois jornalistas. Com o livro “Jardins”, Roseane ganhou o “Prêmio Academia Brasileira de Letras”, em 2002.
“Foi uma honra receber esse presente da escritora. Jardins é um livro muito importante e premiado. Além do presente, receber com ele o primeiro autógrafo da escritora com a mão esquerda depois de tudo o que passou foi muito emocionante. Ela está forte e firme”, disse o jornalista da Inter TV RJ, Juan Lessa.
Roseana chegou a escrever um poema enquanto esteve internada no CTI. O texto foi publicado nas redes sociais na segunda-feira (15).
Roseana fez questão de agradecer aos profissionais de saúde que cuidaram dela.
“Posso falar desse hospital, foi uma das coisas mais importantes da minha vida. Fiquei internada em bons hospitais, muitas cirurgias na minha vida. Nunca tinha sido internada em hospital do SUS e realmente nunca tinha conhecido nada igual, nada, em matéria de amor, carinho, organização. Tudo está acoplado em alguma coisa, uma imensa colmeia, estou me sentindo uma abelha rainha”, disse Roseana.
No domingo (14), ela tinha feito uma outra postagem sobre o ataque sofrido pelos cães. Na mensagem, ela lembrou do mito Cérbero, “o cachorro de três cabeças que tomava conta da passagem dos recém mortos para o outro mundo”.
Segundo Roseana, ela se sente “meio humana meio ursa”, porque venceu a luta contra os pitbulls.

botão de play

No Ar

THE MUSIC OF TIME
Produção Diego Ferrari