Notícias

Pop & Arte

Vídeos de animais de estimação colocando as patinhas em cima das mãos dos donos viralizam; entenda comportamento e teste com seu pet

Biólogo explica que resposta dos pets ao desafio é um comportamento natural e está ligado à expectativa por recompensas. Trend com pets acumula milhões de visualizações no TikTok
Reprodução/TikTok
Uma nova ‘trend’ que testa se cachorros e gatos colocariam a pata em cima das mãos de seus tutores está viralizando nas redes sociais. A brincadeira funciona assim:
Os “pais de pets” deixam o celular gravando, sentam olhando um para o outro e colocam o animal de frente para a câmera;
Em seguida, os dois humanos empilham suas mãos uma em cima da outra na frente do bichinho;
Por último, é só esperar para ver se o cachorro ou gato vai colocar a pata junto às mãos dos seus donos.
O resultado da trend foram milhares de vídeos fofos e engraçados que começaram no TikTok, mas já se espalharam pelo Instagram, Youtube e X (o antigo Twitter). Os vídeos podem ser encontrados com a hashtag “hands in”, expressão em inglês que significa “coloca a mão aqui”.
Na maior parte dos vídeos, os animais parecem confusos em um primeiro momento, mas depois acabam imitando a ação dos tutores, que comemoram a conquista. Há também os pets que não seguem o comando ou se distraem facilmente durante as gravações (veja abaixo explicação de especialista).
Initial plugin text
Initial plugin text
🐈 É um ato de amor?
Nos comentários dos vídeos virais, os usuários descrevem a ação dos animais como uma demonstração de amor ou carinho com os donos. Mas não é bem assim.
Ao g1, o biólogo comportamentalista Pedro Luiz Fontoura explicou que cães e gatos evoluíram colaborando com humanos. Por isso, quando colocados em situações desconhecidas, eles podem adotar determinados comportamentos com foco nas consequências positivas da ação.
“O cão tem consciência de que seus tutores esperam algo dele nessa situação. Devido à sua natureza colaborativa, ele tentará um comportamento que atenda a essa expectativa social, aproveitando sua habilidade inata de dar a pata, o que geralmente funciona bem”, disse.
Quando os humanos celebram ou dão um petisco como recompensa pela ação, entretanto, o vínculo afetivo entre as espécies é fortalecido.
“Sabemos que os cães são capazes de sentir empatia e amor, dentro de suas limitações cognitivas. No contexto dos vídeos, a ação do cão é mais uma colaboração do que um gesto de agradar ou demonstrar amor”, afirma Pedro Luiz Fontoura.
🐶 E se meu pet não conseguir entrar na ‘trend’?
O especialista explica que ambas as espécies, felinos e caninos, utilizam suas patas para interações sociais com os seres humanos. Porém, devido à natureza mais colaborativa dos cachorros, é mais comum que eles reproduzam o comportamento de oferecer a pata.
Caso não seja possível entrar na brincadeira com o seu pet, não se preocupe: o fato de um animal não tocar as mãos de seus humanos como esperado não indica que ele sinta mais ou menos afeto por eles.
“Alguns animais podem não compreender completamente a situação ou simplesmente não têm o hábito de usar as patas para interagir. Além disso, pode ser que eles não desejem tocar em algo naquele momento específico”, explica o biólogo.

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj