Notícias

Pop & Arte

Jorge Vercillo move águas passadas no show em que revê 30 anos de carreira

Turnê ‘JV 30’ estreia no Rio com casa lotada e segue para as principais capitais do Brasil antes de partir para Portugal em outubro. ♪ Festival mais longevo do Brasil, com 40 edições realizadas na cidade paulista de Avaré (SP) até 2023, a Feira avareense da música popular (Fampop) foi porta de entrada para muitos artistas hoje (re)conhecidos em escala nacional.
Na 9ª edição, realizada em 1991, o então desconhecido Chico César concorreu com Beradêro enquanto o também iniciante Jorge Vercillo apresentou Encontro das águas, parceria com Jota Maranhão.
A inspirada canção abriu caminhos para Vercillo quando, em gravação feita por Maurício Mattar, Encontro das águas reverberou em 1993 na trilha sonora da novela Mulheres de areia (TV Globo).
No embalo, Vercillo gravou o primeiro álbum, intitulado justamente Encontro das águas e lançado em 1994. O disco deu impulso à carreira que completa 30 anos em 2024.
A efeméride é o mote da turnê JV 30, cujo show estreou na noite de sábado, 6 de abril, no Vivo Rio, casa de shows do Rio de Janeiro (RJ), cidade natal desse artista que veio ao mundo em 11 de outubro de 1968.
Em cena, Jorge Vercillo moveu águas passadas, cantando músicas lançadas ao longo desses 30 anos de carreira em roteiro inteiramente autoral que abarcou desde músicas do álbum seminal de 1994 – como Carinha linda, Penso em ti e Praia nua – até o recém-lançado single bilíngue Tu sabes (2024), parceria do artista com Rafinha RSQ, Léo Mucuri e Meri Deal, cantora uruguaia com quem Vercillo gravou a música para tentar se atualizar com o som do universo pop.
A batida eletrônica que imperou no fim do show JV 30 – no bloco em que Vercillo revive os sucessos da fase áurea, como Final feliz (2000), Homem-aranha (2002) e Que nem maré (2002) – procurou transformar palco e plateia da casa Vivo Rio em pista de dança.
Contudo, ao longo do show JV 30, Jorge Vercillo seguiu por trilhas antigas que ainda lhe garantem seguidores a ponto de ter estreado com casa lotada a turnê em que atende pedidos para cantar músicas menos conhecidas em momento de voz e violão – na estreia, a escolhida foi a canção Delicadeza (2005), parceria do artista com Jota Maranhão – momentos antes de fazer Fênix (2002) renascer com toda a exuberância melódica e poética dessa canção de Vercillo com Flávio Venturini.
Após a estreia carioca, Jorge Vercillo leva o show da turnê JV 30 para capitais como Belém – PA (12 de abril), São Paulo – SP (13 de abril), Teresina – PI (11 de maio), Maceió – AL (18 de maio), Belo Horizonte – MG (7 de junho), Salvador – BA (9 de junho), Manaus – AM (12 de junho), Curitiba – PR (22 de junho), Fortaleza – CE (6 de julho) e Natal – RN (7 de julho) antes de cruzar águas intercontinentais em outubro para apresentar o show em Portugal.
Jorge Vercillo no palco da casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro (RJ), onde estreou em 6 de abril o show da turnê ‘JV 30’
Ricardo Nunes / Divulgação Vivo Rio
♪ Eis o roteiro quase inteiramente autoral seguido em 6 de abril de 2024 por Jorge Vercillo na estreia da turnê JV 30 anos na casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro (RJ):
1. Eu e a vida (2006)
2. Penso em ti (1994)
3. Você é tudo (2005)
4. Endereço (2021)
5. Ela une todas as coisas (2007)
6. Melhor lugar (Jorge Vercillo e Dudu Falcão, 2005)
7. Praia nua (1994)
8. Tudo que eu tenho (2007)
9. Encontro das águas (Jorge Vercillo e Jota Maranhão, 1991)
10. Tu sabes (Jorge Vercillo, Rafinha RSQ, Léo Mucuri e Meri Deal, 2024)
11. Avesso (2000)
12. Só quem ama (2023)
13. Contraste (2003)
14. Monalisa (2003)
15. Carinha linda (1994)
16. Delicadeza (Jorge Vercillo e Jota Maranhão, 2005)
17. Sensível demais (1998)
18. Ciclo (Jorge Vercillo e Dudu Falcão, 2005)
19. Fênix (Flávio Venturini e Jorge Vercillo, 2002)
20. Final feliz (2000)
21. Homem-aranha (2002)
22. Que nem maré (2002)
Bis:
23. Toda espera (2007)
24. Quando a noite chegar (Paulo Façanha e Beto Paiva, 2000)

botão de play

No Ar

MELODY
Produção Eduardo Dj