Notícias

Pop & Arte

Festa da Vogue: misturando ET e aparelhagem, Gaby Amarantos usa vestido inspirado em caso de aparição de óvnis mais famoso da Amazônia

Criação é inspirada na Operação Prato, que investigou relatos de vítimas atacadas por raios de luz e a aparição de discos voadores no Pará na década de 1970. Estilista revela que peça teve mais 20 mil cristais, colados um a um. Gaby compartilhou nas redes sociais a emoção de vestir look com tantas referências. Gaby Amarantos em look “Nave Mãe” para Festa da Vogue
Rodolfo Magalhães
Originalidade, movimento, referência e muito brilho definiram o look de Gaby Amarantos, durante o Baile da Vogue, realizado no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, no último fim de semana.
A paraense foi ousada: vestiu um conjunto prateado com saia giratória e efeito de fumaça que foi nomeado de “Nave Mãe”.
A criação é inspirada na “Operação Prato”, que investigou relatos de vítimas atacadas por raios de luz e a aparição de discos voadores no interior do Pará na década de 1970. Além disso, a peça também traz referências das aparelhagens de brega e sua estética futurista.
Veja detalhes das peças no vídeo abaixo:
Gaby Amarantos em look “Nave Mãe” para Festa da Vogue
O conjunto fez um resgate histórico de um dos casos mais famosos de aparições de objetos voadores não identificados (óvnis) da Amazônia.
“Transportando vários ETs de Colares , no Pará, ela chegou!”, descreveu Gaby nas redes sociais
ETs na Amazônia
Conhecida como a “Operação Prato”, a investigação ocorreu em 1977 e reuniu uma equipe da Força Aérea Brasileira (Fab), que buscou informações sobre uma suposta aparição de óvnis, no município de Colares, região nordeste do estado do Pará.
A Operação Prato é apontada por ufólogos do Brasil inteiro como um dos mais intrigantes casos de avistamento de óvnis já registrados no país. Dezenas de pessoas garantem ter sido atacados por “raios luminosos” vindos do céu.
Segundo relatos de médicos que atenderam a população, os pacientes davam entrada no posto de saúde com sintomas de anemia, tontura e febre e, ainda, marcas de queimadura de primeiro grau pelo corpo.
Logo, o fenômeno foi apelido pelos ribeirinhos de “chupa-chupa” ou “luz vampira”, já que as marcas nas vítimas eram causadas por feches de luz que vinham dos céus.
A operação militar na região durou 4 meses e é considerada a maior missão militar para investigar óvnis de que se tem notícia no mundo.
Leia também
Óvnis no Brasil: o que foi a Operação Prato, investigação da ditadura sobre fenômenos ufológicos
Na época, vários moradores da região e de municípios próximos relatavam a presença de luzes cintilantes e objetos voadores no céu. O caso foi encerrado e até hoje inúmeros documentos são mantidos em sigilo.
Referências e moda
Processo de criação do look de Gaby para o Baile da Vogue
Reprodução/Acervo Pessoal
E foi com base nesses relatos e também no tema principal da festa “Galátika” que a cantora se inspirou para a produção da fantasia.
Na segunda-feira (5), a cantora compartilhou com os seguidores a gratidão e emoção em poder levar para o Brasil, um pedaço desse fenômeno ocorrido na região amazônica, através da moda.
“To muito emocionada sim, pois a gente arrasou no look pro o Baile da Vogue. Além de homenagear o afrofuturismo, as festas de aparelhagens e as naves, porque a gente já usa naves no Pará a séculos, a gente queria trazer um pouco da história da ‘Operação Prato’ que é muito conhecida pela galera que estuda ufologia, gosta de óvnis e ETs”, disse Gaby.
“Sempre entrega os melhores looks”, comentou um fã na publicação de Gaby.
Produção e criação
Inicialmente o look seria um macacão em lycra dry flex, mas para facilitar a vestimenta e o uso do banheiro, o styling Bruno Pimentel junto ao estilista Elysson Ferreira optaram por um conjunto estruturado com calça, blusa e a saia que deu total diferença à composição.
Destalhes da pedraria de look para Gaby Amarantos
Reprodução/Acervo Pessoal
Um dos diferenciais do modelo criado especialmente para Gaby foi o brilho, segundo o estilista, mais de 20 mil cristais foram colados um por um, durante o processo de criação.
“Ela [Gaby] me confirmou que realizamos um sonho, faz muito tempo que ela queria fazer um look inspirado nessa temática. A gaby é um poço de inteligência ela imagina tudo!”, detalhou Elysson.
O estilista ainda revelou que também já conhecia a história sobre os Óvnis de Colares e que isso o ajudou na estruturação das peças. Elysson é de Maceió, região nordeste do Brasil e possui grande proximidade com a cultura do norte.
“Então a gente queria contar pra vocês um pouquinho essa história, pra vocês entenderem porque o povo do norte, da Amazônia é tão criativo. Tem alguma coisa no ar ou na água dessa cidade, que a gente é tudo de outro planeta”, compartilhou Gaby.
Outro diferencial foram os movimentos e efeitos da saia. Além de girar, o material ainda possibilitou a saída de fumaça, dando a sensação de que a nave estaria decolando.
✅ Clique aqui e receba as notícias do g1 Pará direto no WhatsApp
VÍDEOS: assista às notícias do Pará

Leia as últimas notícias do estado no g1 Pará

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj