Notícias

Pop & Arte

Destaque do ‘The Voice Brasil 2021’, Luíza Dutra promove ‘Eterno Carnaval’ no autoral primeiro álbum, ‘Meu canto’

Luíza Dutra lança o primeiro álbum, ‘Meu canto’, na sexta-feira, 28 de junho, com sete músicas autorais
Vikki Dessaune / Divulgação
♪ Em cena desde 2018 como cantora e compositora, a capixaba Luíza Dutra apresenta o primeiro álbum, Meu canto, na sexta-feira, 28 de junho.
Disco autoral com sete músicas compostas pela artista nascida em Vitória (ES), Meu canto chega ao mundo digital após a cantora ter ganhado visibilidade nacional como concorrente no talent show The Voice Brasil (Globo), chegando às quartas de final no time da cantora Iza.
Alicerçada por prêmios concedidos à intérprete no circuito musical capixaba, a trajetória profissional de Luiza Dutra vem gerando singles lançados desde 2022.
Antecedido pelos singles que apresentaram o reggae Mil mistérios e o mix de MPB e R&B Noite, o álbum Meu canto foi formatado com produção musical de Jackson Pinheiro e (refinados) arranjos de voz da própria Luíza Dutra.
Dentre as cinco faixas-inéditas, a artista decidiu promover o samba Eterno Carnaval. “Meu canto vem pra despertar / Aquilo calou / Diante do medo de errar / E de não ter valor”, anuncia altiva a artista, abrindo alas e pedindo passagem no canto a capella da música-título do disco.
Alocadas lado a lado no álbum Meu canto, as reflexivas faixas Conversa e Em vão são duas músicas unidas propositalmente porque foram escritas para a mesma pessoa em momentos diferentes de relação afetiva. Se Conversa veio após o primeiro término, quando ainda havia esperança de reconciliação, Em vão chegou mais tarde, quando já havia percepção mais realista e densa da relação.
Bem mal me quer, faixa que expõe a técnica vocal da artista, completa o repertório do primeiro álbum de Luíza Dutra, gravado nos estúdios Funky Pirata e Selva Rec.
Capa do álbum ‘Meu canto’, de Luíza Dutra
Vikki Dessaune

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj