Notícias

Pop & Arte

Consagração tardia de Alaíde Costa é realçada com o recebimento em 20 de junho do ‘Troféu Tradições’ da UBC

Alaíde Costa vai receber o ‘Troféu Tradições’ das mãos da cantora Paula Lima, diretora presidente da UBC, em evento na Casa de Francisca, em São Paulo
Ênio César / Divulgação
♪ ANÁLISE – Aos 88 anos, Alaíde Costa saboreia momento de reparação histórica, iniciada há dois anos. Desde que lançou em maio de 2022 o álbum O que meus calos dizem sobre mim, aclamado primeiro título de trilogia que gera um segundo disco em junho de 2024, a cantora e compositora carioca vem colhendo os frutos de uma das trajetórias artísticas mais íntegras da música brasileira.
Nem sempre valorizada no universo da bossa nova, por conta de racismo já denunciado pela própria Alaíde em entrevistas, a artista vive atualmente sob a égide da consagração.
O fato de Alaíde Costa ter sido escolhida para receber em 20 de junho o Troféu Tradições – na quarta edição da honraria concedida pela União Brasileira de Compositores (UBC) a mulheres fundamentais na cultura musical do Brasil – realça o momento de saudação geral da artista.
“Ser reconhecida como uma das precursoras da bossa nova aos 88 anos é uma honra indescritível. A bossa nova é uma parte fundamental da minha vida, e esse reconhecimento é um testemunho de todos os anos de dedicação e amor que coloquei na minha carreira como cantora e compositora”, celebra Alaíde Costa, em comunicado oficial.
“Alaíde Costa deixou marcas profundas na Bossa Nova, no Clube da Esquina e por onde passou e passa. Um rastro de dignidade e talento raro, sem concessões, vanguarda minimalista, sensibilidade que a coloca como uma grande compositora e intérprete do Brasil”, enaltece Marcelo Castello Branco, diretor-executivo da UBC.
Concedido desde 2021, o Troféu Tradições já foi entregue a Anastácia, Dona Onete e Lia de Itamaracá. Alaíde Costa receberá o prêmio das mãos da cantora Paula Lima, diretora presidente da UBC, em evento realizado na Casa de Francisca, na cidade de São Paulo (SP).
Na ocasião, Alaíde Costa apresentará o show Canções de Alaíde com participações de Ayrton Montarroyos, Carlinhos Brown e Zé Manoel.
O prêmio da UBC simboliza o reconhecimento, ainda que tardio, da valentia de uma cantora que venceu na vida dizendo “não!” a quem queria ditar o que Alaíde Costa deveria cantar e/ou gravar.

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj