Notícias

Pop & Arte

Como 2023 se tornou o ano da reversão de procedimentos estéticos entre famosos

Gkay, Rodrigo Mussi e Eliezer estão na lista de celebridades que reverteram harmonizações neste ano. Especialista explica como isso impacta no público e nas clínicas de estética. Por que 2023 foi o ano da reversão de procedimentos estéticos entre famosos?
Nos últimos dias, Rodrigo Mussi e Eliezer deram seus relatos sobre a retirada de harmonizações feitas ao longo dos anos.
Rodrigo contou que fez os procedimentos estéticos depois de perder 40 quilos após o acidente de carro que sofreu em 2022. Só que ao longo do tempo, ele foi recuperando o peso perdido, as substâncias foram saindo do lugar e o rosto dele ficou muito redondo.
Já Eliezer contou que passou por muitas harmonizações ao longo dos anos por pressão externa. E agora, caiu na real, e começou o processo de naturalização.
Meses antes, logo no começo do ano, depois de um período reclusa, Gkay reapareceu, falou sobre aprendizados pós cancelamento. E nesse retorno, um detalhe chamou a atenção:
A influencer havia desfeito uma série de harmonizações. Na época, ela comentou que achou que tinha exagerado nos procedimentos.
Os três não foram os primeiros a fazer adotar o “menos é mais” e optar pelo processo de naturalização. Mas o fato é que trouxeram luz ao movimento e tornaram 2023 marcado como o ano da reversão de procedimentos estéticos entre famosos.
E, claro, isso gerou um impacto nas clínicas por parte do público geral.
“Como os grandes famosos estavam fazendo também esses procedimentos em excesso, isso influencia diretamente no consumidor final, porque ele enxerga muito que é possível realizar esses procedimentos também. E eles começaram a fazer essas remoções. As pessoas perceberam que a naturalização fica mais elegante, mas evidente aquilo que ele entende mais bonito”, afirma Dieick de Sá, biomédico especialista em aprimoramento estético, em entrevista ao g1.
Dieick contou que a retirada do ácido hialurônico é a técnica mais procurada quando se fala em remoção de procedimentos. Na harmonização, esse ácido é aplicado nas camadas internas da pele, e assim vai preenchendo os contornos desejados, como queixo, lábios, bochechas e pálpebras.
O impacto das redes sociais
Dieick cita também que as redes sociais são um pouco culpadas nesse excesso de harmonizações.
“Anteriormente, usava-se muito produto para que deixasse o rosto com mais marcação, mais projetado. Porque os filtros do Instagram começaram a estimular as pessoas a querer ter uma pele perfeita, um rosto Impecável”, cita.
“Então esse estímulo fez com que as pessoas procurassem mais procedimentos estéticos e colocassem grandes quantidades, que se tornou um excesso. E as pessoas são mais imediatistas. Hoje elas não estão tão imediatistas, perceberam que a naturalização, que é o oposto da famosa harmonização, tem ganhado grande procura no nosso consultório.”
Reversão de harmonizações faciais
Gkay relembra antes e depois de harmonizações
Reprodução/Instagram
Quando fez a retirada de sua harmonização, Gkay disse que viu que não precisava daquele monte de procedimento. E ainda confessou que estava se sentindo linda na sua versão natural.
Gabi Martins e Mariana Goldfarb também já retiraram substâncias usadas para harmonização facial. E elas voltaram a falar sobre isso em 2023. As duas até usaram a mesma frase pra resumir a escolha pela naturalização: “Eu não me reconhecia mais”.
Gabi e Mariana contam que se olhavam no espelho e não se viam mais ali, não reconheciam seus traços. Por isso, optaram por reverter os procedimentos.
O relato delas é bem parecido com o do Lucas Lucco, que lá em 2020 passou pela naturalização depois de perceber que tinha, segundo ele, perdido a identidade, mexido com sua autoestima e não conseguia nem fazer mais selfie, de tanto que tinha se arrependido.
Lucas Lucco: antes e depois do processo de retirada de harmonizações
Divulga~]ao/Globo/Reprodução/Instagram
Explante de silicone
Outro processo de reversão de procedimento estético que tem ganhado cada vez mais espaço é o de explante de silicone.
Em 2023, a modelo Isabeli Fontana passou pelo procedimento, depois de 20 anos de implante da prótese. Ela contou que ao longo desse período, passou por sete cirurgias. Em todas elas, a ideia era retirar a prótese, mas ela sempre era convencida pelos médicos a só mudar de tamanho.
Mas nesse ano, Isabeli deu um basta, retirou a prótese, e disse que passou a se sentir mais confiante profissionalmente.
O explante já foi opção de várias outras famosas, que também usaram 2023 para dar seus depoimentos, mesmo que tenham passado pelo processo anos antes: Manu Gavassi, Giovanna Antonelli e Carolina Dieckmann estão nessa lista.
E elas entram na conta de uma pesquisa recente da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética mostrando que nos últimos anos, houve um aumento de 33% no número de retiradas de próteses de silicone.
Isabeli Fontana
Reprodução/Instagram

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj