Notícias

Pop & Arte

Caio Prado evoca a imagem de São Sebastião na capa do terceiro álbum

Artista lança o disco ‘Caio em ti’ em 22 de março com repertório autoral que inclui parcerias com Doralyce, Luthuly, Umberto Tavares e Jefferson Junior. Capa de ‘Caio em ti’, terceiro álbum solo do cantor e compositor carioca Caio Prado
Washington Possato com arte criada por Pedro Hansen sob direção artística de Pedro Loureiro
♪ A imagem de Caio Prado na capa do terceiro álbum solo do artista carioca – Caio em ti, disco programado para ser lançado em 22 de março pela gravadora Deck – explicita a referência da foto de Washington Possato.
Sim, a foto do cantor e compositor alude à imagem clássica de São Sebastião, santo padroeiro da cidade natal do Rio de Janeiro (RJ) que, no sincretismo religioso, representa o orixá Oxossi nos cultos de matriz afro-brasileira. A capa do álbum Caio em ti foi criada por Pedro Hansen sob direção artística de Pedro Loureiro.
“O álbum tem algumas referências de fé, força e superação. E também do profano, que é humanizar o cidadão que erra e acerta, falando sobre sexo, futebol, assuntos da vida cotidiana. Nesse sentido, o disco é sagrado e é profano. Uma das ideias da capa é mostrar quem é esse caçador, esse lutador que enfrenta a selva na cidade e quais são as flechas que atravessam o corpo dele. As figuras religiosas foram embranquecidas diante do sincretismo, mas com certeza essas flechas atravessam os corpos pretos, pela luta diária no cotidiano e pelo enfrentamento do racismo e da desigualdade social. A foto faz alusão a São Sebastião, imaginando como seria esse caçador, esse Oxossi humanizado, enquanto carioca, um corpo preto, LGBTIQIA+”, conceitua Caio Prado.
Anunciado em novembro de 2020 com o título de Griô, o terceiro álbum solo de Caio Prado – sucessor de Variável eloquente (2014) e Incendeia (2018) na discografia solo do artista – mudou de nome, de rumo e de tom ao longo dos últimos anos.
Produzido por Umberto Tavares em parceria com o time da Mousik (Jefferson Júnior, Stefan Baby e Toninho Aguiar), o álbum Caio em ti apresenta repertório autoral composto por Caio Prado sozinho – ele é o único autor da música Delírios tropicais – e com diversos parceiros.
Com Doralyce, o artista assina e canta Tudo de bom. Com Luthuly, a parceria acontece em Flores e em Vai rezando (música também assinada por Marcelo Delamare e Theo Zagrae).
Com Jefferson Junior e Umberto Tavares, Caio Prado compôs as músicas Camisa 10, Estranho, Armas do amor – esta com a adesão de Thiago Silva – e a já lançada faixa-título Caio em ti. Já Sem demandas é parceria de Caio com Marcelo Delamare enquanto Epahey Oyá traz os nomes de Caio Prado e Jean Kuperman.
A banda-base do álbum Caio em ti é formada por Stefan Baby (bateria eletrônica e ganzá), Toninho Aguiar (guitarra, piano e baixo) e Thiago Silva (cavaco e violão). O disco foi mixado por Stefan Baby e masterizado por Fera do Mar.

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj