Notícias

Pop & Arte

‘A gente fez coisas lindas depois, mas a gente é pra sempre João Grilo e Chicó’, diz Matheus Nachtergaele

Ator é um dos homenageados do Festival Internacional de Cinema de João Pessoa (FestincineJP) e participou da abertura do evento, no domingo (26). Chicó (Selton Melo) e João Grilo (Matheus Nachtergaele) em cena do Auto da Compadecida
Nelson di Rago / TV Globo
O ator Matheus Nachtergaele, que interpreta João Grilo no filme “O Auto da Compadecida”, é um dos homenageados do Festival Internacional de Cinema de João Pessoa (FestincineJP). No domingo (26), durante a abertura do evento, ele falou sobre “O Auto da Compadecida 2”, continuação de um dos maiores clássicos do cinema brasileiro que estreia em 25 de dezembro deste ano.
LEIA TAMBÉM:
Assista ao teaser do filme O Auto da Compadecida 2
Ideia do filme chegou a ser apresentada a Ariano Suassuna, e foi aprovada por família do escritor
Matheus Nachtergaele afirmou que o novo filme parte do desejo de Guel Arraes, diretor do filme, de presentear o Brasil com “a história que ele mais gostou nesses anos de retomada do cinema”.
“Foi uma viagem esse ‘Auto 2’, uma grande viagem (…) O ‘Auto’ é o filme mais visto no Brasil pelos brasileiros, e é revisto e revisto e revisto. Estranhamente, ele nasceu na TV e depois virou cinema, ou seja, ‘linkou’ as duas artes de uma maneira bonita e verdadeira, porque é um grande filme”, afirmou.
Matheus Nachtergaele fala sobre com foi fazer ‘O Auto da Compadecida 2’
O ator também disse que outro objetivo dos envolvidos na produção é o de devolver o carinho do público 25 anos depois da estreia do “O Auto da Compadecida” nos cinemas, usando a “grande estrutura dramatúrgica feita com Ariano”.
“Ele [o diretor do filme] queria devolver o carinho dos 25 anos de ‘Auto’ e também reafirmar um pouco o desejo que a gente teve quando a gente fez: do Brasil se gostar – a gente tinha a sensação de que isso tivesse se perdido”, relatou.
Matheus falou ainda sobre a linguagem do longa, que teve a estética modificada para, segundo ele, não repetir a estética do primeiro filme. Além disso, pontuou que o filme servirá para lembrar aos próprios profissionais envolvidos como o carinho do público se manteve intacto por 25 anos.
“Talvez o Auto possa homenagear o próprio filme, lembrar a gente de como a gente já se gostou, de como a gente já teve um carinho por nós e como isso se manteve intacto em 25 anos. E é também uma oportunidade para todos os envolvidos de reescrever o filme a partir da dramaturgia de um mestre brasileiro que é o Ariano, e principalmente pro Guel tentar refrescar a linguagem, usando as modernidades eletrônicas a nosso favor, para não repetir a estética do primeiro filme”, disse.
Matheus Nachtergaele fala sobre continuação do filme ‘O Auto da Compadecida’ no FestincineJP, em João Pessoa
Beatriz Freire/TV Cabo Branco
João Grilo e Chicó
Voltar a interpretar João Grilo, para Matheus, é também recordar todas as mudanças que aconteceram na vida dele após estrelar a primeira versão de “O Auto da Compadecida”. Ele relata que sua vida mudou para sempre depois de interpretar o personagem.
“A nossa vida mudou, para Selton e para mim existe uma vida antes e outra depois do Auto. O Auto jogou a gente diretamente para o coração do público. A gente fez coisas lindas depois, mas a gente é pra sempre João Grilo e Chicó, eu acho isso bom”, afirma.
O ator finalizou dizendo que está torcendo pelo sucesso da continuação do longa, que estreia no dia do feriado de Natal, dia 25 de dezembro.
“A gente vai reviver esses palhaços diante dos olhos da plateia, torcendo para que seja uma celebração bonita. São 25 anos, então são bodas. É também dia de Natal, é também uma re-retomada do cinema. A gente espera que a gente seja feliz com isso, mas principalmente, a gente deseja relembrar para nós em primeiro lugar, e para as pessoas, como a gente já gostou daqui”, finalizou.
Assista ao trailer auto da compadecida 2
‘O Auto da Compadecida 2’
Nesta continuação do filme “O Auto da Compadecida”, lançado no ano 2000, Selton Mello e Matheus Nachtergaele estão de volta nos papeis de Chicó e João Grilo, e se reencontram 20 anos depois na cidade mítica de Taperoá.
Também estão de volta Virginia Cavendish, que retorna como Rosinha, e Enrique Diaz como Joaquim Brejeiro. O elenco ainda tem Taís Araújo, Humberto Martins, Luis Miranda, Eduardo Sterblitch e Fabiula Nascimento.
O filme é dirigido por Guel Arraes e Flávia Lacerda, com produção da Conspiração e H2O Films. Mais uma vez, o roteiro será baseado na obra de Ariano Suassuna.
‘O Auto da Compadecida 2’ ganha primeiro teaser
Laura Campanella/Divulgação
Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

botão de play

No Ar

SHOW DA TARDE
Produção Eduardo Dj